Categoria

Notícias

Seção do site que concentra os temas No geral, Criminalidade, Política, Estão falandi, Acontece! e Esportes.

Alguns dos alunos de Barueri, medalhistas na 18ª Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (OBMEP).
Alguns dos alunos de Barueri, medalhistas na 18ª Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (OBMEP).
Alguns dos alunos de Barueri, medalhistas na 18ª Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (OBMEP).

Os alunos da rede municipal de ensino de Barueri e da FiebTech mais uma vez provaram seu valor ao conquistarem inúmeras medalhas na 18ª Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (OBMEP). A cerimônia de entrega das medalhas de ouro ocorreu em junho no Instituto de Matemática Pura e Aplicada, no Rio de Janeiro, reunindo 654 estudantes de todo o país. A edição de 2023 contou com a participação de mais de 18 milhões de alunos ao longo do ano letivo.

 

Destaque do ouro

Entre os vencedores de Barueri, destacaram-se Gabriela Duarte Rocha, da Emeief Vereadora Elisabet Titto; Kaio Eugenio Fernandes de Lima, da Emef Armando Cavazza; Christian Hugo Teixeira da Silva, da Emef Levy Gonçalves de Oliveira; e Giovani Bertini Alves de Moraes e Ezequias Fernandes Martins dos Santos, da FiebTech Professora Dagmar Ribas Trindade. Ao todo, Barueri conquistou 36 medalhas, sendo cinco de ouro, 12 de prata e 19 de bronze.

 

Educação Clássica

Com foco diferente da educação moderna, a educação clássica busca formar a pessoa, o ser humano em sua plenitude máxima, antes de formar para profissão.

Tanto na Antiguidade quanto na era Medieval, o modelo de Educação Clássica formou grandes gênios da nossa história, grandes governadores e conquistadores, como Alexandre o Grande, Imperador Romano.

O modelo clássico da educação foi iniciado por Platão  (428 a.C.-347 a.C.), filósofo grego e um dos maiores pensadores de todos os tempos até hoje, foi discípulo de Sócrates, procurava transmitir uma profunda fé na razão, na verdade e na realidade, adotando o lema de Sócrates “o sábio é o virtuoso”.

Platão fundou sua própria escola, a Academia. Os grandes matemáticos do seu tempo, ou foram seus alunos, ou seus amigos e não podemos deixar de referir que, à entrada da Academia, se lia a máxima: “Que não entre quem não saiba geometria”.

Secretário de Educação de Barueri, Celso Furlan, ao lado de alunos medalhistas.
Secretário de Educação de Barueri, Celso Furlan, ao lado de alunos medalhistas.
 

Um Futuro Promissor

Mel Almeida, diretora do Departamento de Projetos da Secretaria de Educação de Barueri, enfatiza que a conquista das medalhas vai além do reconhecimento imediato, abrindo portas para um futuro promissor para os estudantes. “Ser medalhista pode significar acesso a colégios particulares, bolsas de estudo em universidades e, em muitos casos, a dispensa do Enem. Há também a possibilidade de conseguir bolsas de estudo no exterior”, destaca Mel.

 

A importância da família em participar ativamente da educação dos filhos

Christian Hugo Teixeira da Silva, que conquistou sua segunda medalha de ouro, também foi vencedor na edição de 2022 da OBMEP. “Ganhar foi gratificante! Toda a minha família acreditou em mim. Desde a minha primeira participação na OBMEP, em 2022, me apaixonei pela matemática, e o apoio dos meus pais e professores fez toda a diferença. Agora, minha meta é o terceiro ouro”, declarou o bicampeão.

0 comentário
0 FacebookTwitterPinterestEmail
Debate na Câmara de Vereadores de Barueri
Debate na Câmara de Vereadores de Barueri
A 18ª sessão da Câmara foi novamente fechada para o público. Fabião cobra Benfica e Allan desmente Allan.
Sem público presente
Pela segunda vez, o vereador e presidente da Câmara de vereadores de Barueri, Toninho Furlan (SD),  determinou que a sessão desta terça feira (04) fosse fechada ao público.
 
Vale lembrar que na sessão anterior, Toninho disse que “isso não é permanente”.
 
Debate
A sessão transcorreu com serenidade, os vereadores fizeram suas falas com respeito.
 
Saúde
Um dos assuntos mais debatidos foi a demora no atendimento dos pronto socorros de Barueri.
 
O pré candidato a prefeito, Fabião (MDB), os vereadores Hélio Jr. (PL) e Allan Miranda (UNIÃO) que passaram a fazer oposição ao governo atual,  acusaram o prefeito Furlan de “não cuidar do povo” por causa da demora no atendimento.
 
Contraponto
Os vereadores Wilson Zuffa (Republicanos), Keu Oliveira (PV) e Thiago Rodrigues (PSB) rebateram dizendo que 70% dos atendimentos são de cidadãos de municípios vizinhos que não cuidam da área da saúde, que Furlan construiu o Hospital Regional de Barueri e que o governo de São Paulo está terminando de equipar e contratar servidores.
 
Eles também disseram que há uma epidemia de dengue no Brasil todo e que, apesar da demora, todos são atendidos.
 
Ônibus municipais
O vereador Fabião se queixou da falta de transparência por parte da prefeitura por não lhe dar acesso ao contrato firmado entre Barueri e a Benfica Transporte e Turismo, empresa responsável pelo transporte público municipal há décadas.
 
Fabião disse que seguiu os trâmites, aguardou pelos prazos e mesmo assim não teve acesso ao contrato, motivo pelo qual acionará a justiça para conseguir ter seu pedido atendido.
 
Allan Miranda desmente Allan Miranda
Em dado momento, o vereador Allan Miranda, que antes elogiava o atual prefeito Ruben Furlan (PSD), mas que repetidamente se tornou opositor, declarou que o prefeito não atende indicações de vereadores.  Disse ele: “Se depender do governo [do prefeito Rubens Furlan], a gente tá ferrado.”
 
Vereadores da situação, base do atual governo, rebateram a queixa, lembrando que ele sempre teve apoio irrestrito do Furlan.
 
O que chama nossa atenção é que, minutos depois, Allan Miranda agradeceu ao prefeito Furlan e sua primeira dama, Sônia Furlan, por terem atendido seu pedido de construção do Centro de Referência do Autista, a ser inaugurado em breve.
 
Vai entender… Estranhamente, Allan Miranda parece ter entrado em  um vale-tudo contra  aquele que é seu padrinho político.
0 comentário
0 FacebookTwitterPinterestEmail
Toninho Furlan, presidente da Câmara de vereadores de Barueri
Toninho Furlan, presidente da Câmara de vereadores de Barueri
Toninho Furlan, vereador e presidente da Câmara Municipal de Barueri
O vereador e presidente da Câmara de vereadores de Barueri, Toninho Furlan,  determinou que a sessão desta terça feira (28) fosse fechada ao público. No decorrer da sessão, Toninho Furlan explicou que nas sessões anteriores “desordeiros” estavam “colocando em risco a integridade física de vereadores e demais munícipes”.
 
Toninho disse que “isso não é permanente” e que a Câmara busca identificar quem são os desordeiros através de imagens internas do sistema de monitoramento. “Assim que elas forem identificadas, as sessões voltarão a serem abertas ao público e os desordeiros serão barrados”.
 
Assista o vídeo logo após o texto.

Opinião: Muitas pessoas tem comparecido nas sessões ultimamente devido a proximidade das eleições municipais, e é impressionante como as estas pessoas têm se comportam como adolescentes longe dos adultos. Elas gritam, zombam, batem boca com vereadores e entre si, sem o menor respeito ao próximo e nem o mínimo de ordem. Muitos deles vêem a política como se fosse futebol e agem feito os torcedores.

Os bagunceiros de plantão não estão lá contra ou a favor alguma lei. Eles fazem baderna a cada opinião dada pelos vereadores durante suas falas, ou seja, sem motivo justo, desrespeitando o direito à opinião divergente das deles.

Vale lembrar que a maioria dos presentes nessas sessões tem sido de pessoas que querem ser eleitas como vereadores para nos representar. Você, leitor, quer ser representado por gente tão sem educação e sem postura civilizada? Eu não quero.

0 comentário
0 FacebookTwitterPinterestEmail
Prédio da prefeitura de Barueri. Arquivo Municipal.
Prédio da prefeitura de Barueri. Arquivo Municipal.
Prédio da prefeitura de Barueri. Arquivo Municipal.

Ontem, 26, a cidade de Barueri comemorou o 75º aniversário da sua emancipação político administrativa.
A equipe de mídia da Câmara Municipal de Barueri editou um pequeno vídeo onde mostra a evolução da infraestrutura da cidade ao longo das décadas e é impressionante. Confira abaixo.

A história do surgimento de Barueri, no entanto, é bem mais antiga. O início do aldeamento em Barueri remonta ao ano de 1560, quando, em 18 de agosto, a Fazenda Baruery foi doada por Jerônimo Leitão. Acusado por proteger índios, o fazendeiro doou as terras aos jesuítas, entre eles José de Anchieta que, de posse de uma carta de sesmaria, fundou, em 11 de novembro de 1560, o Aldeamento de Baruery, com índios Guaianazes (do litoral de São Vicente) e Guaicurús (do Planalto de Piratininga).
O Aldeamento de Baruery era o mais importante aldeamento jesuíta do Brasil.
Uma capela foi erguida onde hoje existe o bairro da Aldeia de Barueri, e a primeira missa realizada por Anchieta data de 21 de novembro de 1560. Foi quando o jesuíta considerou Nossa Senhora da Escada como padroeira do aldeamento.

Muitos conflitos e mortes ocorreram por décadas, e o aldeamento Baruery quase desapafeceu por falta de habitantes.
Dados históricos extraídos do livro História de Barueri – Capítulos da História Municipal, Editora ECP Espaço Regional, Dr. Elias Silva, 2ª edição, 1999.
 

Mais tarde, tendo os jesuítas sendo expulsos do Brasil em 1759 por ordem da coroa portuguesa (quando o tirano Marquês de Pombal assumiu a política da coroa enquanto o rei esteve doente). Após a expulsão, o Brasil ficou praticamente 50 anos sem professores, já que eram os jesuítas mantinham escolas e eram os professores.

Muito tempo se passou e, finalmente, em 24 de dezembro de 1948, Barueri foi elevada a condição de município, quando o então governador, Ademar de Barros, sancionou a lei 233/1948.

Primeira eleição municipal
Em 13 de março, a primeira eleição define as 13 cadeiras do Poder Legislativo barueriensebem como posse o primeiro prefeito, Nestor de Camargo. Eles tomam posse em 26 de março de 1949 num prédio especialmente destinado a ele, localizado na Avenida Dom Pedro II. A primeira Sessão de Posse é presidida pelo Juiz Eleitoral Dr. Euclides Custódio da Silveira.

Barueri pujante em 2024. Foto sobre a Rodovia Presidente Castello Branco.
Barueri pujante em 2024. Foto sobre a Rodovia Presidente Castello Branco.

Os 13 vereadores eleitos foram:

Alberto Sumiya – PSP
Antonio da Cunha – UDN
Antonio Titto – UDN
Aristides da Costa e Silva – PSP
Arthur Velloso de Almeida – PSP
Azarias da Silva Prado (sem partido)
Benedito de Lima Tucunduva – PSP
Dr. Otacílio Firmino Lopes – PSP
Francisco Moran – PSP
Heitor de Souza – PSP
Irany de Almeida Gallo (sem partido)
João Acácio de Almeida – PTB
Jonas Rastelli (sem partido)
Mário Camargo Silveira (sem partido)
Mario Pestana (sem partido)
Ruy Galvão de Moura Lacerda – PRP
Salomão Cruz (sem partido)
Walter Carril Loureiro (sem partido)

Veja o vídeo:

0 comentário
0 FacebookTwitterPinterestEmail
Período de inscrição: das 08h00 do dia 6 de março de 2024 até as 23h59 do dia 15 de abril de 2024.

Período de  inscrição: das 08h00 do dia 6 de março de 2024 até as 23h59 do dia 15 de abril de 2024.
Período de inscrição: das 08h00 do dia 6 de março de 2024 até as 23h59 do dia 15 de abril de 2024.

Já estão abertas inscrições para o concurso 001/2024 promovido pela administração municipal de Barueri, destinado ao preenchimento de cargos permanentes e também para cadastro de reserva (sendo 13 vagas imediatas), para os níveis fundamental, médio e superior.


Período de  inscrição: das 08h00 do dia 6 de março de 2024 até as 23h59 do dia 15 de abril de 2024.
Período de inscrição: das 08h00 do dia 6 de março de 2024 até as 23h59 do dia 15 de abril de 2024.

Já estão abertas inscrições para o concurso 001/2024 promovido pela administração municipal de Barueri, destinado ao preenchimento de cargos permanentes e também para cadastro de reserva (sendo 13 vagas imediatas), para os níveis fundamental, médio e superior.

0 comentário
0 FacebookTwitterPinterestEmail
O Tribunal TCE viu irregularidades desde repasses de dinheiro público à Associação que administrou o HMB, passando por compras sem licitação e até superfaturamento.

O Tribunal TCE viu irregularidades desde repasses de dinheiro público à Associação que administrou o HMB, passando por compras sem licitação e até superfaturamento.
O Tribunal TCE viu irregularidades desde repasses de dinheiro público à Associação que administrou o HMB, passando por compras sem licitação e até superfaturamento.

O Jornal Oficial de Barueri do dia 28 de outubro de 2023 trouxe em suas páginas a determinação da prefeitura para abertura de seis sindicâncias para apurar eventuais irregularidades apontadas pelo Tribunal de Contas do Estado de São Paulo.

O Barueri Livre apurou que os processos citados nas seis sindicâncias abertas pela prefeitura abrangem períodos em que Gil Arantes era prefeito e também períodos em que Rubens Furlan era o mandatário.

O que é uma Sindicância?

Segundo o escritório Agnaldo Bastos Advocacia Especializada, sindicância é um procedimento em que será feita uma investigação administrativa do servidor público, por ele cometer um possível ato contra as regras e leis.

Então, a principal finalidade da sindicância é esclarecer se houve, ou não, algum fato ou ato irregular, mesmo que no início não haja uma pessoa a ser investigada.

Se for concluído que existe um potencial ato ilícito, é iniciado o processo administrativo disciplinar contra o servidor público responsável.

Veja a seguir do que tratam as possíveis irregularidades apontadas pelo TCE-SP..


O Tribunal TCE viu irregularidades desde repasses de dinheiro público à Associação que administrou o HMB, passando por compras sem licitação e até superfaturamento.
O Tribunal TCE viu irregularidades desde repasses de dinheiro público à Associação que administrou o HMB, passando por compras sem licitação e até superfaturamento.

O Jornal Oficial de Barueri do dia 28 de outubro de 2023 trouxe em suas páginas a determinação da prefeitura para abertura de seis sindicâncias para apurar eventuais irregularidades apontadas pelo Tribunal de Contas do Estado de São Paulo.

O Barueri Livre apurou que os processos citados nas seis sindicâncias abertas pela prefeitura abrangem períodos em que Gil Arantes era prefeito e também períodos em que Rubens Furlan era o mandatário.

O que é uma Sindicância?

Segundo o escritório Agnaldo Bastos Advocacia Especializada, sindicância é um procedimento em que será feita uma investigação administrativa do servidor público, por ele cometer um possível ato contra as regras e leis.

Então, a principal finalidade da sindicância é esclarecer se houve, ou não, algum fato ou ato irregular, mesmo que no início não haja uma pessoa a ser investigada.

Se for concluído que existe um potencial ato ilícito, é iniciado o processo administrativo disciplinar contra o servidor público responsável.

Veja a seguir do que tratam as possíveis irregularidades apontadas pelo TCE-SP..

0 comentário
0 FacebookTwitterPinterestEmail
21 metralhadoras do Exército são furtadas de arsenal em uma base militar na cidade de Barueri/SP.

21 metralhadoras do Exército, sendo 13 calibre .50, foram furtadas do arsenal de uma base militar na cidade de Barueri/SP.
21 metralhadoras do Exército foram furtadas do arsenal de uma base militar na cidade de Barueri/SP.

No Arsenal de Guerra do Estado de São Paulo, em Barueri, Grande São Paulo, ocorreu um incidente intrigante. Segundo o Portal Terra, cerca de 21 armas do exército sumiram do paiol do Arsenal de Guerra, sendo 13 metralhadoras .50 e oito de calibre 7,62.

Metralhadoras .50 são capazes de abater aeronaves.


21 metralhadoras do Exército, sendo 13 calibre .50, foram furtadas do arsenal de uma base militar na cidade de Barueri/SP.
21 metralhadoras do Exército foram furtadas do arsenal de uma base militar na cidade de Barueri/SP.

No Arsenal de Guerra do Estado de São Paulo, em Barueri, Grande São Paulo, ocorreu um incidente intrigante. Segundo o Portal Terra, cerca de 21 armas do exército sumiram do paiol do Arsenal de Guerra, sendo 13 metralhadoras .50 e oito de calibre 7,62.

Metralhadoras .50 são capazes de abater aeronaves.

0 comentário
0 FacebookTwitterPinterestEmail
Placa do Auditório que leva o nome do Comandante Miguel Ribeiro da Silva. O retrato a lápis foi feito por um GCM de Barueri.

Placa do Auditório que leva o nome do Comandante Miguel Ribeiro da Silva. O retrato a lápis foi feito por um GCM de Barueri.
Placa do Auditório que leva o nome do Comandante Miguel Ribeiro da Silva (in memoriam). O retrato a lápis foi feito por um GCM de Barueri.

Descerramento de placa

Conforme noticiamos aqui, (08), a Câmara de Barueri aprovou por unanimidade o Projeto de Lei 49/2023, de autoria do vereador Wilson Zuffa (Republicanos), que foi sancionado pelo atual prefeito de Barueri, Rubens Furlan (Partido Socialista Brasileiro). O PL dá nome à sala de auditório localizada no prédio da Secretaria de Segurança Urbana e Defesa Social (SSUDS), que passou a se chamar Auditório Comandante Miguel Ribeiro da Silva, falecido em 2017 por causas naturais.

Hoje, 10 de outubro, dia em que o Comandante Miguel completaria 80 anos, foi feito o descerramento de placa em sua homenagem, a qual contou com a presença de três de seus fundadores: subcomandante Mauro, subcomandante França e o supervisor Varjão. Eles prestaram honras ao falecido comandante Miguel e relembraram alguns acontecimentos da época, enquanto era exibido ao fundo um vídeo com as imagens dos primeiros alunos da GCMB durante seus treinamentos.

O evento coordenado pelo mestre de cerimônia GCM Prado, teve também a presença do Comandante Guedes, atual comandante da GCMB, o qual fez uso da palavra e relembrou do dia em que foi promovido a Classe Distinta pelo comandante Miguel. O secretário adjunto da SSUDS, sr. José Roberto, e guardas municipais de todas as turmas marcaram presença.

Durante o descerramento da placa, subcomandante França à esquerda. Subcomandante Mauro e Supervisor Varjão à direita.
Durante o descerramento da placa, subcomandante França à esquerda. Subcomandante Mauro e Supervisor Varjão à direita.

O evento também contou com a presença da Banda da Guarda Municipal de Barueri, sob regência do maestro subinspetor Emerson, que executou a Canção da Guarda de Barueri e a Canção Comandante Miguel Ribeiro da Silva.

O comandante Miguel

Miguel Ribeiro da Silva é uma das figuras mais importantes na ocasião da criação da Guarda Municipal. Ele esteve á frente da corporação por 12 anos à partir do momento em que ela foi criada.

Ele é filho do Lázaro Ribeiro da Silva e Rosa Teodoro, nasceu no dia 10 de outubro de 1943 no município de Regente Feijó, vindo a residir no município de Barueri na década de 1960, na Rua Terca, 88, no Jardim Aldir em Barueri, SP.

Era 2° tenente da reserva da Polícia Militar do Estado de São Paulo, tendo sido convidado pelo prefeito à época, Rubens Furlan, para assumir a função de Comandante da Guarda Civil de Barueri, o qual aceitou prontamente, sendo nomeado em 20 de setembro de 1994 através da portaria 234.

Foi o primeiro comandante da instituição, responsável pela formação da primeira turma de guarda civis composta por 160 homens que iniciaram o patrulhamento no dia 11 de junho de 1995 logo após a solenidade de formatura.


Placa do Auditório que leva o nome do Comandante Miguel Ribeiro da Silva. O retrato a lápis foi feito por um GCM de Barueri.
Placa do Auditório que leva o nome do Comandante Miguel Ribeiro da Silva (in memoriam). O retrato a lápis foi feito por um GCM de Barueri.

Descerramento de placa

Conforme noticiamos aqui, (08), a Câmara de Barueri aprovou por unanimidade o Projeto de Lei 49/2023, de autoria do vereador Wilson Zuffa (Republicanos), que foi sancionado pelo atual prefeito de Barueri, Rubens Furlan (Partido Socialista Brasileiro). O PL dá nome à sala de auditório localizada no prédio da Secretaria de Segurança Urbana e Defesa Social (SSUDS), que passou a se chamar Auditório Comandante Miguel Ribeiro da Silva, falecido em 2017 por causas naturais.

Hoje, 10 de outubro, dia em que o Comandante Miguel completaria 80 anos, foi feito o descerramento de placa em sua homenagem, a qual contou com a presença de três de seus fundadores: subcomandante Mauro, subcomandante França e o supervisor Varjão. Eles prestaram honras ao falecido comandante Miguel e relembraram alguns acontecimentos da época, enquanto era exibido ao fundo um vídeo com as imagens dos primeiros alunos da GCMB durante seus treinamentos.

O evento coordenado pelo mestre de cerimônia GCM Prado, teve também a presença do Comandante Guedes, atual comandante da GCMB, o qual fez uso da palavra e relembrou do dia em que foi promovido a Classe Distinta pelo comandante Miguel. O secretário adjunto da SSUDS, sr. José Roberto, e guardas municipais de todas as turmas marcaram presença.

Durante o descerramento da placa, subcomandante França à esquerda. Subcomandante Mauro e Supervisor Varjão à direita.
Durante o descerramento da placa, subcomandante França à esquerda. Subcomandante Mauro e Supervisor Varjão à direita.

O evento também contou com a presença da Banda da Guarda Municipal de Barueri, sob regência do maestro subinspetor Emerson, que executou a Canção da Guarda de Barueri e a Canção Comandante Miguel Ribeiro da Silva.

O comandante Miguel

Miguel Ribeiro da Silva é uma das figuras mais importantes na ocasião da criação da Guarda Municipal. Ele esteve á frente da corporação por 12 anos à partir do momento em que ela foi criada.

Ele é filho do Lázaro Ribeiro da Silva e Rosa Teodoro, nasceu no dia 10 de outubro de 1943 no município de Regente Feijó, vindo a residir no município de Barueri na década de 1960, na Rua Terca, 88, no Jardim Aldir em Barueri, SP.

Era 2° tenente da reserva da Polícia Militar do Estado de São Paulo, tendo sido convidado pelo prefeito à época, Rubens Furlan, para assumir a função de Comandante da Guarda Civil de Barueri, o qual aceitou prontamente, sendo nomeado em 20 de setembro de 1994 através da portaria 234.

Foi o primeiro comandante da instituição, responsável pela formação da primeira turma de guarda civis composta por 160 homens que iniciaram o patrulhamento no dia 11 de junho de 1995 logo após a solenidade de formatura.

0 comentário
0 FacebookTwitterPinterestEmail
Absurdo! Vereador Helio Junior determina como outro vereador deve trabalhar, como deve conduzir a carreira política e algo ainda pior.

Absurdo! Vereador Helio Junior determina como outro vereador deve trabalhar, como deve conduzir a carreira política e algo ainda pior.
Absurdo! Vereador Helio Junior determina como outro vereador deve trabalhar, como deve conduzir a carreira política e algo ainda pior.

Na 31ª Sessão da Câmara de Barueri realizada ontem (03), o vereador Hélio Junior (PL) protagonizou uma cena lamentável para todos que, como nós do Barueri Livre, defendem a liberdade de expressão e opinião. Em sua fala, Hélio quis censurar as falas do vereador Fabião contra a empresa de transporte coletivo Benfica.

Como já mostramos aqui, o vereador Fabião tem pressionado a Benfica para que ofereça ônibus novos e com ar condicionado.

Sem julgar o mérito do trabalho de Fabião de pressionar a empresa e nem os motivos que o leva a fazê-lo (os corações quem julga é Deus); sem julgar a empresa Benfica, se ela está agindo dentro da lei ou se ela passa por problemas financeiros. Não estamos tomando um lado aqui. Mas a verdade é que um vereador tem a liberdade de escolher qual pauta irá trabalhar. Além do mais, a principal ferramenta de um parlamentar é parlar (falar).

O vereador Hélio disse ao vereador Fabião:


Absurdo! Vereador Helio Junior determina como outro vereador deve trabalhar, como deve conduzir a carreira política e algo ainda pior.
Absurdo! Vereador Helio Junior determina como outro vereador deve trabalhar, como deve conduzir a carreira política e algo ainda pior.

Na 31ª Sessão da Câmara de Barueri realizada ontem (03), o vereador Hélio Junior (PL) protagonizou uma cena lamentável para todos que, como nós do Barueri Livre, defendem a liberdade de expressão e opinião. Em sua fala, Hélio quis censurar as falas do vereador Fabião contra a empresa de transporte coletivo Benfica.

Como já mostramos aqui, o vereador Fabião tem pressionado a Benfica para que ofereça ônibus novos e com ar condicionado.

Sem julgar o mérito do trabalho de Fabião de pressionar a empresa e nem os motivos que o leva a fazê-lo (os corações quem julga é Deus); sem julgar a empresa Benfica, se ela está agindo dentro da lei ou se ela passa por problemas financeiros. Não estamos tomando um lado aqui. Mas a verdade é que um vereador tem a liberdade de escolher qual pauta irá trabalhar. Além do mais, a principal ferramenta de um parlamentar é parlar (falar).

O vereador Hélio disse ao vereador Fabião:

0 comentário
0 FacebookTwitterPinterestEmail
Rubens Furlan entrega o Projeto de Lei ao presidente da Câmara, Toninho Furlan.

Rubens Furlan entrega o Projeto de Lei ao presidente da Câmara, Toninho Furlan.
Rubens Furlan entrega o Projeto de Lei ao presidente da Câmara, Toninho Furlan.

O prefeito Rubens Furlan compareceu à 31ª Sessão da Câmara de Barueri realizada ontem (03), ocasião em que entregou pessoalmente o Projeto de Lei que aumenta o piso salarial dos servidores públicos concursados da prefeitura de Barueri em 48,38%, para R$ 2.300,00. Atualmente, o piso é de R$ 1.550,00.

Furlan disse se sentir feliz em elaborar tal projeto e que muitos servidores terão em seus holerites, valores de até R$ 4.500,00 ao somar seus triênios e outros adicionais. Veja o vídeo no final do artigo.

O fato foi celebrado por todos os vereadores presentes, como pudemos ver nas imagens oficiais da transmissão da Sessão pelo canal da Câmara de Barueri no Youtube.


Rubens Furlan entrega o Projeto de Lei ao presidente da Câmara, Toninho Furlan.
Rubens Furlan entrega o Projeto de Lei ao presidente da Câmara, Toninho Furlan.

O prefeito Rubens Furlan compareceu à 31ª Sessão da Câmara de Barueri realizada ontem (03), ocasião em que entregou pessoalmente o Projeto de Lei que aumenta o piso salarial dos servidores públicos concursados da prefeitura de Barueri em 48,38%, para R$ 2.300,00. Atualmente, o piso é de R$ 1.550,00.

Furlan disse se sentir feliz em elaborar tal projeto e que muitos servidores terão em seus holerites, valores de até R$ 4.500,00 ao somar seus triênios e outros adicionais. Veja o vídeo no final do artigo.

O fato foi celebrado por todos os vereadores presentes, como pudemos ver nas imagens oficiais da transmissão da Sessão pelo canal da Câmara de Barueri no Youtube.

0 comentário
0 FacebookTwitterPinterestEmail

O Barueri Livre nasceu para levar as notícias de Barueri, São Paulo, Brasil e do mundo, sem papo furado e sem inutilidades. Também queremos levar opinião sobre diversos temas sob a cosmovisão da milenar tradição cristã.
Fale conosco: contato@baruerilivre.com

@2024 – Todos os Direitos Reservados.

Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Are you sure want to cancel subscription?
-
00:00
00:00
Update Required Flash plugin
-
00:00
00:00