Sob regime Lula, Ministério da Saúde autoriza aborto até 9 meses

Home Brasil Sob regime Lula, Ministério da Saúde autoriza aborto até 9 meses
Publicado: Última atualização

A repercussão negativa foi enorme, lógico. No dia seguinte retirou a Nota Técnica e passou a afirmar que a notícia era fake. Lula e Nísia Trindade.
A repercussão negativa foi enorme, lógico. No dia seguinte retirou a Nota Técnica e passou a afirmar que a notícia era fake. Lula e Nísia Trindade.

O Ministério da Saúde do regime Lula, sob responsabilidade da socióloga Nísia Trindade (ela não é médica) publicou Nota Técnica contrariando o que manda a lei, em que o assassinato do bebê no ventre é autorizado até antes da 22ª semana, autorizando aborto em qualquer idade gestacional (até 9 meses), bastando a mulher afirmar que foi estuprada.

No documento, o Ministério citou a decisão do STF (o STF atropelou a lei e o Congresso, legislando em seu lugar, o que é proibido aos STF fazê-lo) que permitiu matar bebês anencéfalos em qualquer período da gestação. O documento alega que o bebê não sente dor quando está dentro do útero e que, com essa nova norma, os médicos poderiam assassinar os bebês com mais segurança jurídica.

TSE proibiu dizer que Lula apoia o aborto

TSE já proibiu afirmar que Lula promoveria o aborto no Brasil.
Em 2022, TSE já proibiu afirmar que Lula promoveria o aborto no Brasil.

Durante as eleições presidenciais de 2022, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) proibiu a campanha do então presidente Jair Bolsonaro veicular propaganda eleitoral na qual afirmava que Lula apoiava e faria de tudo para legalizar o aborto para além das permissões já existentes (e tudo pago com o dinheiro suado do pagador de impostos) via Sistema Único de Saúde (SUS).

Opinião:
Muitos cristãos apertaram o 13 nas eleições presidenciais de 2022, apesar dos avisos de seus pastores sobre a incompatibilidade entre o cristianismo e o socialismo/comunismo. Foram rebeldes, como em 2 Timóteo 4:3.

“Pois virá o tempo em que não suportarão a sã doutrina; ao contrário, sentindo coceira nos ouvidos, juntarão mestres para si mesmos, segundo os seus próprios desejos.”

Está gostando do conteúdo? Nos ajude compartilhando:

[DISPLAY_ULTIMATE_SOCIAL_ICONS]

Conselho Federal de Medicina

O Conselho Federal de Medicina (CFM), afirmou em nota que a medida do governo Lula transformaria infanticídio em ato médico, pois permite que um bebê plenamente formado possa ser morto pelo médico.

O CFM apontou fragilidades da Nota Técnica do MS e solicitou que o CFM seja incluído nos debates que envolvam a atuação médica.

Ministério da Saúde

A pasta da Saúde, sob o comando da socióloga Nísia Trindade, retirou a Nota Técnica, afirmou que não sabia de nada e passou a repetir que a notícia era falsa em perfil oficial na rede social X (antigo Twitter).

Ministério da Saúde retira do site a Nota Técnica que autorizava o aborto de bebês até 9 meses e acusa notícia de ser falsa.
Ministério da Saúde retira do site a Nota Técnica que autorizava o aborto de bebês até 9 meses e acusa notícia de ser falsa.
Ministério da Saúde retira Nota Técnica que autorizava aborto até 9 meses de gestação.
Ministério da Saúde retira Nota Técnica que autorizava aborto até 9 meses de gestação.

Gostou do nosso conteúdo? Nos ajude compartilhando:

[DISPLAY_ULTIMATE_SOCIAL_ICONS]



NOSSAS REDES


ÚLTIMAS


POSTS RECENTES

Deixe um comentário

O Barueri Livre nasceu para levar as notícias de Barueri, São Paulo, Brasil e do mundo, sem papo furado e sem inutilidades. Também queremos levar opinião sobre diversos temas sob a cosmovisão da milenar tradição cristã.
Fale conosco: contato@baruerilivre.com

@2024 – Todos os Direitos Reservados.

Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Are you sure want to cancel subscription?
-
00:00
00:00
Update Required Flash plugin
-
00:00
00:00